segunda-feira, 19 de outubro de 2009



Mas faz com coração, Faz com muita tesão
Faz com que fiquem de boca aberta, Faz porque estás certa
Faz amor sem preconceito, Com aquele desejo de perfeito
Faz uma coisa risível, Faz porque é possível
Faz porque é improvável, difícil, “inaceitável”
Faz porque és forte, bastião, trapezista sem protecção
Põe-te à prova, ultrapassa-te e aperfeiçoa-te
Faz-te orgulhosa, Faz-te vaidosa

Quando um dia o teu impertinente Eu te perguntar:
“E agora? Será que viver é só isto? Não há mais nada para gozar?”
Está na altura
Faz mais uma, alguma coisa pela 1ª vez


WHAT PART OF JUST DO IT YOU DID NOT UNDERSTAND?

4 comentários:

  1. Vou já ali fazer o pino no meio da estrada! Ou comer sandes de tremoço :D

    PS: Está porreiro o texto.

    ResponderEliminar
  2. e eu que ando pelas ruas da amargura!

    ResponderEliminar